Clube-MA
Clube de Anúncios

Como fazer Licores Caseiros: Receitas e Vídeos

Produção de Licores em Escala Industrial

Usos e Finalidades dos Xaropes
21 - FILTRAÇÃO E ADIÇÃO DO XAROPE
Depois de o líquido ter ficado aromatizado e, às vezes, colorido, escoa-se toda a mistura sobre um tecido (flanela), com o auxílio de uma peneira e um funil em outro recipiente.

Em seguida, espreme-se a polpa para retirar o resto do líquido retido na flanela (prensagem manual).

Após o liquido sofrer a 1ª filtração, adiciona-se o xarope.

A mistura do xarope à infusão (infuso ou essência aromática) deve ser sempre morno, pois a maioria das substâncias aromáticas (perfumes) são muito voláteis. Deve-se mexer bem com a colher de pau em recipiente de vidro ou louça, mas nunca de cobre, ferro, alumínio ou plástico comum.

Depois da adição do xarope, deixa-se por um período de 10 a 30 dias, se necessário. (maceração apurada)

22 - Explicações sobre o Xarope
O preparo de um bom xarope começa na escolha do açúcar. De preferência, este deve ser refinado e se apresentar o mais branco possível, sem quaisquer odores, sabores e colorações estranhas. A presença destas impurezas compromete a qualidade dos licores, principalmente aqueles com coloração e aroma pouco pronunciados.

O melaço aderido ao açúcar de 2ª extração é um dos principais responsáveis pela coloração pardo-amarelada do açúcar, bem como pelo cheiro à cana-de-açúcar.

O resíduo de enxofre usado na clarificação industrial do açúcar pode também conferir cheiro desagradável ao mesmo, principalmente à fração presente no melaço que o acompanha.

Outra característica de um bom açúcar é a de se dissolver completamente na água sem deixar resíduos insolúveis como minerais de argila, areia, materiais orgânicos como palha, carvão etc., ou qualquer outro resíduo.

A acidez do açúcar também é um atributo desqualificante deste, portanto após sua dissolução, a solução não deve apresentar qualquer sabor azedo.

Tabela: Concentração do xarope
clique para ampliar
Um bom açúcar deve apresentar-se:

- branco;
- solução límpida e cristalina;
- sem sabores, cores e odores estranhos;
- neutro (sem acidez)

Nem sempre dispomos de açúcar refinado para a elaboração dos xaropes. E mesmo os açúcares refinados nem sempre produzem xaropes límpidos e cristalinos, pois, às vezes, encerram pequenas porções de impurezas, que vêm à tona após sua dissolução.
Para garantir um xarope de qualidade superior é necessária a clarificação após seu preparo.

A preparação do xarope consiste em dissolver o açúcar em água em proporção adequada, pois um xarope pouco concentrado tem o inconveniente de permitir o desenvolvimento microbiano, fermentando e azedando com muita facilidade, mesmo sendo preparado com o máximo rigor na higiene.

Já o xarope muito concentrado apresenta o inconveniente de se cristalizar, além das dificuldades: de se transferi-lo para outros recipientes de filtração e de dissolução, devido à sua excessiva viscosidade.

Um xarope preparado com 2/3 de açúcar e 1/3 de água (2 kg de açúcar por litro de água) tem se mostrado perfeito para o preparo de licores, pois é estável por alguns dias, tempo mais que suficiente para o preparo das infusões e misturas. Após o licor preparado é o álcool que lhe garantirá a conservação.

Preparo do xarope (passos básicos) Obs: Nas pag seguintes tem como fazer xaropes elaborados
- Pesar o açúcar.
- Acrescentar aproximadamente ½ litro de água para cada kg de açúcar.
- Aquecer em fogo brando até completa dissolução.
- Após abrir fervura, ferver por mais 10 a 15 minutos, retirando a espuma com auxílio de uma escumadeira.

Após resfriar a mistura, determinar a concentração de açúcar com auxílio de um densímetro e da tabela de concentração do xarope.

Caso a temperatura do xarope não seja exatamente 20ºC, acrescentar ao valor tabelado (0,08) para cada grau de temperatura que ultrapassar os 20ºC, ou diminuir (0,08) para cada grau de temperatura que faltar para 20ºC.

Exemplo:

Temperatura do xarope 45ºC
Leitura no densímetro 1,232
Valor obtido na tabela 50%
45ºC - 20ºC = 25ºC
25ºC x 0,08 = 2
Valor corrigido:
50 + 2 = 52% de açúcar.
Voltar ao Índice Geral de Fabricar Licores
Comentários ou dúvidas sobre: Finalidades dos Xaropes na Fabrica de Licores
sem comentários até agora - inclua o seu...
Finalidades dos Xaropes na Fabrica de Licores : Receitas de Licores Caseiros
Enfeites e Miniaturas com FIMO (Polimer Clay)
veja os Cursos e Vídeos para vc fazer lindos enfeites
Fácil de modelar, vc faz Jóias, Bijuterias e Decorações de Luxo Tudo para vc fazer economia e produzir bons produtos
Boa Aula e Ótimas Vendas

® Momento da Arte - © Copyright 2020 - Todos os direitos reservados - Proibida a reprodução sem autorização - Política de Privacidade


como imprimir ou gravar?

Como fazer Licores Tradicionais

Licores Cremosos Rápidos

Licores Cremosos Macerados

com Validade de 3 a 5 anos

Licores Especiais

Receita Didática com Licor Exclusivo

Licores dos Colaboradores

# Envie aqui sua receita de licor (e foto, se tiver)

Como Tirar Dúvidas

Como Prever e Calcular

Dicas Importantes

Regulamentos e Tipos

:: Montar uma Fábrica de Licores ::